sábado, 22 de setembro de 2007

Imagens Banalizadas - Texto de Ruiz de Souza Oviedo

"A tecnologia proporciona verdadeiros milagres, mas também produz alguma banalização. Nunca se tirou tanta fotografia instantânea como hoje: em todo lugar há gente promovendo a permanência de um instante, que imediatamente se ilumina na tela minúscula de uma câmera digital ou de um telefone celular. Impossível não lembrar as fotos antigas, quando o fotógrafo, investido de alguma solenidade, pedia aos fotografados que se preparassem, que posassem, e de repente acionava o botão, e triunfava: -Pronto! E era esperar algum tempo para que a foto fosse revelada e encaminhada ao álbum da família. Na pressa de hoje, os "cliques" das maquininhas eletrônicas disparam como metralhadoras, as pessoas mal têm tempo para ver as fotos e logo, enfadadas, apagam-nas. As eventualmente selecionadas costumam ir parar nos arquivos de um computador. Mais cedo ou mais tarde, serão igualmente apagados. De fato, o tempo está passando cada vez mais rápido."

Eu gostaria de pegar uma carona aqui no texto do Ruiz e dizer que, hoje em dia, além das fotografias há muito mais banalizado. Ruy Castro, em um artigo publicado na Folha de São Paulo, disse, entre outras coisas, que a maioria das pessoas fala ao celular não porque tem algo importante pra falar mas apenas porque ele está à mão. O que dizer dos e-mails que chegam às dezenas e centenas à sua caixa de mensagens diariamente? e o que você acha de uma pessoa que tem 500 amigos... no Orkut? Isso pra não falar de questões mais sérias como a família e o casamento...

9 comentários:

Suzanne disse...

EU acho que ao mesmo tempo que a tecnologia trouxe coisas boas, tb trouxe coisas ruins... na verdade, não é nem que ela tenha trazido coisas ruins... as pessoas é que a usam de uma forma ruim!!!
Uma pessoa que tem 500 amigos na lista do orkut provavelmente só importa com o número de pessoas e não se importa se alguma delas é amizade verdadeira!
Ótima semana!

http://aislinnahimana.weblogger.com.br

Márcia(clarinha) disse...

O tempo passa voando, uma idéia se torna obsoleta em segundos, as noticias viram manchetes antes de acontecerem, daí o uso do celular[acho uma invenção e tanto].
Sobre Orkut, o que importa não são os amigos reais mas sim a quantidade, quem pode dar atenção para 500 amigos? Impossível.
Sinal de modernidade, vida caminhando, não dá pra parar meu amigo.
semana de paz
beijos

Ordisi Raluz disse...

Novos tempos, a tecnologia sempre fazendo a humanidade dar passos maiores que as pernas.

Abraços.

ps.: Pulgüins foi ótimo, rs. Vou usar...

luma disse...

Paulo, algumas pessoas não administram bem as suas vidas e entre aquilo que considero fundamental para eternizar os momentos e lembranças, estão as nossas memórias fotográficas, as impressões que carregamos sem que haja necessidade de arquivos materiais.

Fiz uma postagem recentemente abordando esse assunto. Não sei se leu - http://tinyurl.com/27vnke
Beijus

Márcia(clarinha) disse...

Lindo final de semana meu amigo, beijos

HiranAbif disse...

POis é... E com isto nossa privacidade vai embora. Temos que tomar cuidado com o que falamos pois pode ter alguém gravando. Sempre tem cameras por aí. O Big Brother (aquele do livro) está cada vez mais presente. Passei por aqui e gostei do conteúdo. Um grande abraço do Hiran.

Lino disse...

O pós-moderno, época em que vivemos, é o tempo da banalização em todos os sentidos. Mesmo as coisas mais importantes tornam-se banais para logo depois serem trocadas por novas banalidades.

Suzanne disse...

Heyyy... atualiza!

Bjosss!!

Márcia(clarinha) disse...

Oi amigo, tudo em paz aí? Tomara sim...
Feliz final de semana
beijos