quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Breve Relato de um Jovem na Crise de Meia-Idade

Antigamente pensava que a morte era a sorte somente dos bandidos dos filmes e dos monstros do meu imaginário.
Quando somos crianças, adolescentes... adultos inocentes nos julgamos imortais tais como nossos herois...
Caramba!!! chega desse discurso de cunho filosófico-depressivo. Outro dia uma pirralha, que não é minha sobrinha, me chamou de "TIOZINHO"! Quase disse a ela que tiozinho era a santa da mãe dela, que não é minha irmã nem minha cunhada.
Já estão aparecendo os primeiros cabelos brancos, minha mulher, às vezes me manda pintar, às vezes deixa pra lá. Aliás, eu nunca sei o que ela realmente quer, outro dia eu pedi a ela: "Mô" posso dar uma pintada? Ela disse que não... As mulheres têm o dom de dizer não quando a gente mais quer.
Já estão me chamando de "Senhor" nos lugares. Sinceramente, para mim, não há nada de desrespeitoso no "Você", muitas vezes o "você" é mais respeitoso do que o "Senhor" ou "Vossa Senhoria" ou "Vossa Excelência".
Diga-se de passagem, o "Excelentíssimo Senhor" tem um trocadilho engraçado: "Esse Lentíssimo Senhor", ou seja, "Esse Velhinho".
Agora, o cúmulo vai ser o dia em que começarem a oferecer o assento nos ônibus, ou o lugar na fila do banco ou mercado...
Queira Deus que esse dia chegue... não precisa ser rápido não... mas que chegue!

9 comentários:

Su disse...

Quanto mais velhos ficamos, mais tempo temos vivido, mais experiência temos, mais lembranças e bons momentos...!!!

Bjosss!!

Fernanda disse...

Engraçado que recentemente o meu marido também começou com essa conversa, rssss
Eu só não sei se quando chegar a minha velhice os jovens ainda vão oferecer os lugares no autocarro!
Um abraço.

Bruna disse...

Oi Paulo,

não pinta os cabelos não! fica horríveeeeeeeell! Todo mundo identifica um ser masculino com os cabelos tingidos...hehehe. Meu pai entrou nessa e ficou ridículo. Cabelo grisalho é charme! :)

Paulo, o Aliciante mudou de endereço:http://bruna-testandotudo.blogspot.com/

Beijosssssssss

Márcia(clarinha) disse...

Inevitável a chegada dos cabelos brancos, o que eu particularmente acho um charme nos homens, mas não é motivo de preocupação, só ganhamos mais sabedoria e atenção, rss
Vá em frente amigo!!
dias lindos
beijos

Bruna disse...

Paulo, é a Dani que está mexendo no template, que ela mesma criou. Ela vai consertar os links, não são todos mas muitos estão com o mesmo problema.

Beijossssssss

Georgia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk,
sindrome da velhice é?kkkkkkkkkkkkk

Ou pânico da velhice?kkkkkkkkkkkkkkkkk

Boa semana

luma disse...

Daqui a pouco você acostuma!! (rs*)
Tem suas vantagens, melhor saber!
Lembrei de um texto muito engraçado! leia e me diga!
http://diariodemh.blogspot.com/2008/02/kabello-e-despedida.html
Beijus

Lino disse...

Acho que o segredo está em viver cada época da vida. Faço isso. E tem me permitido envelhecer sem problemas.

Rackel disse...

Poxa... as vezes a gente chama de 'tio' sem querer... fui acostumada assim e sempre esqueço do 'vc' ou do 'sr'...

já terminei a faculdade, mas mtas vezes chamo minha orientadora de 'tia Ana'. É mais como forma de demonstrar carinho do q qq outra coisa!

bjs e bons ventos
gostei do texto