quinta-feira, 20 de março de 2008

PALAVRAS

Palavras que cuidam
Palavras que ferem
Palavras que animam
Palavras que destroem
Palavras que acalmam
Palavras que ofendem
Palavras sozinhas não dizem nada...
Só dizem tudo ao mesmo tempo...
Se dizem tudo ao mesmo tempo...
O significado esvai-se ao vento
Há aquelas mal acompanhadas
Verbos sem regência, frases desafinadas
Nomes contemplados com complementos errados
Palavras bem amadas formam frases bem casadas
Prosas são palavras ainda acanhadas, poesias são palavras já enamoradas

11 comentários:

Mhomana disse...

Que linda poesia.....!!!!

As palavras levam os dois lados da poesia...



***__.....__
** /\\`\\./`/\\
** \\/\\..V../\\/
****/0..0\\
*** (= Y =)***** (>@<)
*** /`“u“`\\***//“FELIZ“\\\\
***/....-*-....\\**||PÁSCOA||
**(_/...*....\\_)*||O0O0O0||
***/.....*.....\\**.|=-=-.=-=-|
*__\\...“-*-“.../__.\\=-=-=-=/
(((___/^\\___))).=-=-=-=


UM BEIJÃO E UM ABRAÇÃO...

Su disse...

Linda poesia...

palavras... tanto destrói, quanto constrói...

Bjosss!!!

Lizzie disse...

Palavras, que encantam e fisgam e sugam. Adoro tua sensibilidade!


Beijocas,
Feliz Páscoa!!!
www.lizziepohlmann.com

Georgia disse...

Paulo, como sempre linda a poesia. Vim aqui te fazer um convite e desculpa o recado assim mas creio que você vai entender...

Viemos aqui para te convidar para uma blogagem coletiva com o titulo:
O que voce pode fazer para acabar com o analfabetismo no Brasil?

Que acontecerá no proximo dia 18 de abril, dia nacional do livro.

O post convocatoria voce pode ler no blog da Georgia (http://saia-justa-georgia.blogspot.com/) e no blog da Meiroca (www.meiroca.com).

Caso voce tenha algo a dizer a respeito, deixe um comentario no blog da Georgia ou da Meiroca, para que possamos te incluir.

Participe e divulgue em seu blog.

Georgia e Meire

Lino disse...

Poesias são, efetivamente, palavras enamoradas. E polidas, E bem cuidadas.

Odele Souza disse...

Paulo,
Obrigada pelo link do blog de Flavia e por sempre nos visitar.

Sobre seu post:
O poema é lindo.
Pois olhe, sou fâ das palavras, que além de tudo que diz seu poema, elas ainda reunem, unem e aproximam as pessoas em torno de uma causa, como no caso de Flavia.
Obrigada por fazer parte dessa união.

Um beijo,

Sergio disse...

Olá, Paulo!

Sem palvras, no fundo, nada somos.
Belo poema.

Um abraço

luzdeluma disse...

Palavras orientam os gestos e pensamentos! Beijus

M. disse...

Palavras...que falar?
noite linda meu amigo,
beijos

M. disse...

Lindo final de semana, amigo
beijos

Fernanda disse...

As palavras são poderosas, têm o condão de destruir e reanimar, mas não as tratamos como devíamos. Talvez fosse conveniente o uso do silêncio. Tanto amo o silêncio como as palavras.
Uma bos semana p/ vc, Paulo.
Um abraço