quarta-feira, 15 de abril de 2009

TIRADENTES

Tirar dentes era o teu ofício
Tirar as amarras que nos prendiam teu desígnio
Tiraste a desesperança do teu povo
Tiraste o medo que rondava de novo
Tiraram de ti tua liberdade
Como Cristo foste traído por um amigo
A semente da liberdade plantaste, teu grito ao longe ecoou
Teu sonho tornou-se realidade mais tarde...
Pela mão da mesma Coroa que te enforcou

Um comentário:

http://os castelosdeareia2.zip.net disse...

Nossa! Que lindo! Gostei!
Um beijão e um abração.....
mhomana...