sexta-feira, 24 de abril de 2009

TRABALHO

1.º de Maio - Dia Mundial do Trabalho


A data internacional surgiu após protestos e mortes de operáriosO Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época. Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os operários e a polícia. Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que esse dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para o mundo todo, o dia 1º de maio foi instituído como o Dia Mundial do Trabalho.

Tanto suor derramado...
Raras vezes valorizado
Acabrunhado, o pobre operário...
Briga pelo salário minguado
Agora desempregado, tem o suporte do erário
Largou o trabalho pesado...
Hoje em dia... quem diria...
Ostenta feliz seu cartão do bolsa-família...

Por que se dá o peixe em vez de ensinar a pescar?
Por que não se investe em educação em vez de assistencialismo?

5 comentários:

http://oscastelosdeareia2.zip.net disse...

Graças as estas pessoas de coragem
que os trabalhadores podem ter direito de fazer horas-extras e ganhar mais e também ter o feriado.
Um beijão e um abração...mhomana....

Su disse...

é isso que penso, ao invés do governo ficar dando bolsa não sei o que... poderia gerar mais empregos e renda...

bjosss!

luzdeluma disse...

As perguntas no final, fechou! No Brasil pouco se comemora ou são lembradas as lutas, diferentemente de outros países. Beijus

cameliadepedra.blogspot.com disse...

Oi PAULO, como vai tudo por ai?
Bjos,
Camille

Fernanda disse...

Concordo, por aqui é igual, pagam para que o trabalhador não trabalhe. Onde está o trabalho dignificante?!